Pular para o conteúdo principal

Postagens

OURINHOS A CAMINHO DO CENTENÁRIO - O MARCO ZERO DE OURINHOS EM TRÊS MOMENTOS

O marco zero de uma cidade é o ponto que se estabelece como sendo o seu centro geográfico, a partir do qual se estabelecem as medições de distância. Quase sempre se escolhe o local onde a cidade teve o seu início para a edificação de um monumento que represente o marco zero. Na cidade de São Paulo,  esse monumento está localizado na Praça da Sé. Ourinhos passou a ter o seu marco zero na gestão do prefeito Cândido Barbosa Filho, graças a uma iniciativa do Rotary Clube local. Escolheu-se a Praça Melo Peixoto,  ponto referencial da cidade desde o início dos anos 1920. Assim, no ponto central da praça, bem em frente da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus (onde hoje se encontra o prédio da Telefônica) foi edificado o monumento. 
No dia 22 de outubro de 1949, o Rotary Clube de Ourinhos comemorava 9 anos e festividades foram realizadas. No dia do aniversário,  houve uma reunião extraordinária com o comparecimento  de autoridades da cidade, de rotarianos locais  e de rotarianos das cidades vizinhas…
Postagens recentes

LEMBRANÇAS DO CLUBE ATLÉTICO OURINHENSE NO SEU AUGE: A INAUGURAÇÃO DA PISCINA E OS JOGOS ABERTOS DE 1958

Em 1958, o Clube Atlético Ourinhense achava-se no seu auge: a piscina sendo construída, um bom time de futebol e uma direção competente.
Presidente - Nilo Ferrari; Vice Presidente - Pares F. Baccili; Secretario Geral - Mario Zanoto; l.o Secretario -Januario Ghiroti; 2.o Secretario - José P. Camargo; l.o Tesoureiro Lino Ferrari; 2,o Tesoureiro - Armando de Oliveira. 
A cidade sediaria nesse ano os  Jogos Abertos da Alta Sorocabana, e o Clube se preparava para fazer bonito nas competições que ali pudessem ser realizadas. A piscina foi inaugurada em Março de 1958. A construção esteve a cargo do arquiteto ourinhense Toshio Tone. O prefeito José Maria Paschoalick e Nilo Ferrari, presidente do Clube cortam a fita inaugural:

Abaixo a foto da placa comemorativa:

Dois fundadores hasteiam as bandeiras de São Paulo e do Clube: Nilo Ferrari e seu pai Ítalo Ferrari. 

Essa inauguração deve ter sido a mais fotografada em Ourinhos, pois lá se achavam os "amantes da fotografia", profissionais e amad…

OURINHOS: O PASSADO E O PRESENTE - RUA ANTÔNIO PRADO

Aproximando-se o centenário de Ourinhos (1918-2018), achei interessante comparar algumas localidades da região central da cidade em épocas distintas. Valho-me de fotos de autoria de meu pai e de outros autores.

Vemos aqui a Rua Antônio Prado, no seu primeiro quarteirão, logo após a Praça Melo Peixoto. Antônio da Silva  Prado (1840-1929) membro da aristocracia cafeeira, foi deputado provincial, deputado geral, conselheiro, senador do Império, ministro da Agricultura; aderiu à República,  foi o primeiro prefeito de São Paulo (1899-2011) e o fundador do Partido Democrático (1926-1934). Este quarteirão, em sua face direita de quem desce em direção a Avenida Jacinto Sá (e esquerdo na foto), é quase totalmente tomado por prédios que remontam aos anos 1930, sendo que  alguns mantém a sua fachada original ( os dois últimos sobrados).  Duas antigas famílias ourinhenses  residiram nesse quarteirão inicialmente: Braz e Matachana, ambas mantinham casas comerciais. A primeira foto é dos anos 1940,  e …

SÉRIE HÁ 80 ANOS - O PRIMEIRO LOTEAMENTO DA FAZENDA MÚRCIA

Uma decisão tomada por Horácio Soares,  proprietário da Fazenda Múrcia, uma das grandes que circundavam a cidade  foi responsável pela expansão da zona urbana de Ourinhos na área adjacente à rua Paraná. O loteamento da parte restante da fazenda( do outro lado da linha férrea que demanda o Paraná)  somente ocorreria nos anos 1960, permitindo uma outra expansão da malha urbana da cidade.
A área verde corresponde à parte da fazenda que seria loteada.
A faixa amarela indica a Rua Paraná, iniciando-se na Praça Melo Peixoto



Uma boa nova – A Voz do Povo, 9-1-1937



Podemos registrar, com a maxima satisfação, o grandioso surto progressista que se apossou de toda Ourinhos. Realmente, é para a frente que se caminha. E foi comprehendendo isso que, em visita recente que fizemos, demoradamente, a modelar «Fazenda Murcia», de propriedade do snr. Horacio Soares. Em palestra com o sr.  Horacio, abordámos o problema da falta de terreno urbano para edificações. O illustre fazendeiro e prestigioso procer polit…

O QUASE CENTENÁRIO HOTEL COMERCIAL DE OURINHOS

Localizado na Rua Antônio Prado há cerca de 90 anos, nas imediações da estação ferroviária da Sorocabana, à semelhança de seus contemporâneos: "Internacional" e "Patton", passou por várias fases arquitetônicas. Abaixo elas podem ser apreciadas:



Anos 1950



Hoje

Sobre a sua história, acesse:
https://ourinhos.blogspot.com.br/2016/11/augusto-fernandes-alonso-projetista-e.html

https://ourinhos.blogspot.com.br/2012/01/o-hotel-comercial.html

O INDUSTRIAL JOSÉ CARDOSO

À esquerda o vereador Ari Negrão, José Cardoso (óculos com lente escura), o prefeito Rubens Bortolocci da Silva, na INCAL. Foto de autoria desconhecida, postada no Face book.
À procura de um assunto relacionado com Ourinhos no Google, fiquei sabendo que um dos distritos industriais de Ourinhos, o 4º, tem o nome de José Cardoso. Fiquei muito feliz com o fato  porque ele bem merece essa homenagem. Aproveitei, então,  uma foto postada recentemente no Facebook para compor esta modesta homenagem a José Cardoso.
José Cardoso trabalhou como fundidor na Companhia Ferroviária São Paulo-Paraná e,  posteriormente, nas Indústrias Migliari. Nos anos 1950 criou uma modesta fundição que progrediu rapidamente, transformando-se anos depois    na  Indústria Mecânica Cardoso Ltda (1966) - IMCAL. (Eitor Martins, em MINHA VIDA - MEUS AMIGOS - MINHA CIDADE Resgatando nossa história... )

O artigo abaixo historia o início dessa importante indústria ourinhense. " O Progresso de Ourinhos", 4-6-1967





OURINHOS A CAMINHO DO CENTENÁRIO : O PASSADO E O PRESENTE - I - A PRIMEIRA RODOVIÁRIA , COMPANHIA DE AUTOMÓVEIS RAUL SILVA E CENTRO COMERCIAL

Iniciamos hoje, OURINHOS A CAMINHO DO CENTENÁRIO : O PASSADO E O PRESENTE , uma coleção  de fotos de Ourinhos dos anos 1920 aos dias atuais.  Para iniciá-la, escolhemos a confluência da Rua Arlindo Luz com a 9 de Julho, na região central da cidade. Nessa confluência, os irmãos Féres Mattar, Jamil e Pedro, fizeram erguer o conjunto de prédios que abrigou a primeira rodoviária da cidade, em 1940. (primeira foto)
https://ourinhos.blogspot.com.br/2010/05/primeira-estacao-rodoviaria-de-ourinhos.html
Teve curta duração, pois já em finais dessa mesma década, o local passou a abrigar a Sociedade de Automóveis Irmãos Silva "Ford" - 1946. (segunda foto)
https://ourinhos.blogspot.com.br/2016/04/1-de-maio-de-1946-inauguracao-da.html
Hoje, nesse mesmo local há um conjunto de lojas comerciais.